ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

GEOGRAFIAVoltar >

Coxilha está localizada ao Norte do Rio Grande do Sul, no Planalto Médio, com altitude média de 721m. A posição em sua latitude é de 28°07'38'', longitude de 52° 17' 46''. (IBGE) Sua extensão geográfica é de 422,79 Km². A área do perímetro urbano é de 5,3 Km² e o perímetro rural é de 417,03 Km². A distância da capital é de aproximadamente 320 Km, com uma população de 2.826 habitantes (conforme Censo 2010).

Coxilha limita-se com os seguintes municípios: Norte: SertãoSul: Passo fundo Leste: Vila Lângaro e Mato Castelhano Oeste: Pontão e Passo Fundo

O sistema rodoviário do município de Coxilha é constituído por estradas estaduais. RS 135 que liga Coxilha a Norte, com Sertão, Getúlio Vargas e Erechim; ao Sul com Passo Fundo. RS 463 que liga Coxilha a Leste com Vila Lângaro, Água Santa e Tapejara. RS 153 Transbrasiliana que liga Coxilha ao Norte com Erechim e ao Sul com Passo Fundo.

Hidrografia: Coxilha está localizada num dos divisores de água do Planalto Médio. Os rios que banham o município são os seguintes: Rio Passo Fundo e Rio do Peixe, que são afluentes do Rio Uruguai. Os afluentes do Rio do Peixe são: Rio Facão, divisa com Mato Castelhano, Rio Cachoeira e Arroio Invernadinha. Ao norte do município, passa o Rio Tigre, divisa com Sertão. Existem ainda, vários rios de pequeno porte que deságuam no Rio Passo Fundo: Rio Butiá, Rio Caraguatá, Rio Bugre, Arroio Estância Velha, Lageado de Souza e Arroio da Roça. O Rio Bugio faz divisa com Sertão.

Solo: Os solos de Coxilha são aptos para o cultivo de culturas anuais, enquadrando-se na classe 1 de uso de solo. O solo argiloso possui originalmente baixo teor de fósforo e matéria orgânica e apresentando índices elevados de alumínio e manganês tóxicos. Devido a utilização dos solos para o cultivo intensivo de culturas anuais e com a expansão do plantio direto, através de adubação e de manejo, hoje apresentam teores de fósforo, potássio e matéria orgânica compatíveis com a necessidade das culturas e uso do calcário reduziu a acidez do solo. As lavouras de grandes proprietários vêm sendo cultivadas há vários anos no sistema de plantio direto, apresentando certa estabilidade de solo e poucos problemas de erosão. Pequenos produtores também cultivam as áreas de plantio direto, num período médio de 4 a 5 anos de adoção desta prática. Constata-se erosão laminar e erosão em sulcos em áreas com menor quantidade de palha, porém sem problemas graves.

Clima: O clima é temperado, extremamente variável, com inverno rigoroso e altas temperaturas no verão. A temperatura média anual é de 17,5 C°. A precipitação média anual é de 1.787,8 mm (149 mm mensais, aproximadamente).

Fauna e Flora: Seu principal bioma é a Mata atlântica. A fauna existente nesta área, era composta de várias espécies, quando iniciou o povoamento, no século passado. Algumas espécies que aqui existiam eram: capivara, anta, cutia, graxaim, veado, porco-do-mato, jaguatirica, leão baio, tigre, hiena e outra. Existiam também cobras venenosas, batráquios e inúmeras espécies de aves. A flora foi de extrema importância para esta município, pois o período inicial da colonização foi baseado na exploração da madeira e na indústria da erva-mate. Coxilha destacou-se pela exportação da madeira, não só existente na área do município, como pelo beneficiamento da madeira da região do Alto Uruguai, através de inúmeras serrarias, madeireiras e indústrias de beneficiamento e comercialização. Esta exploração fez com que a cobertura vegetal, composta em grande parte por araucária e outras espécies, fosse praticamente destruída. Devido à falta de matéria-prima, os proprietários voltaram-se à agricultura intensiva, condição que persiste até hoje.

Relevo: O relevo de Coxilha é formado na sua maioria por planícies, com poucas ondulações e declives, tornando-se um relevo propício para agricultura mecanizada, encaminhando-se para futura agricultura de precisão.