ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >


Visitação na Estação de Tratamento de Efluentes

Publicado em 15/03/2017, Por Assessoria de Imprensa

Aconteceu hoje, pela parte da manhã e tarde, a visitação a Estação de Tratamento de Efluentes.

A Estação de Tratamento de Efluentes teve sua inauguração no ano de 2016 e, de lá para cá, foram realizados, aproximadamente 175 esgotamentos. A Estação tem capacidade para 16 mil litros de efluentes diários, em média de 03 caminhões tanque.

As turmas de 6º e 7º ano, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Pantaleão Thomaz, teve como objetivo, mostrar para todos, como é feito o tratamento dos efluentes, já que a estação ainda é novidade aqui no município. Ainda em sala de aula, foi feita uma explicação para os alunos, especificando como é feita a coleta e em seguida foi realizada a visita na Estação, onde foram explicados por quais processos o efluente passa durante o período de tratamento.

A Fiscal Ambiental, Elisa Maria Giacomin Guidini, explicou todo o procedimento, onde no Tanque de Equalização há uma caixa com 15 mil litros, que recebe os efluentes sanitários oriundos de residências através da coleta do caminhão tanque e distribuirá com vazão constante ao sistema biológico. Após isso o reator recebe o efluente bruto, que ao passar pela manta de lodo bacteriano, localizada na zona inferior do equipamento. A saída do efluente mais líquido e clarificado, se dará pela zona superior do equipamento e deverá ser direcionado à entrada do filtro anaeróbico.

O filtro anaeróbico é utilizado como unidade secundária , em que o efluente depois de passar pelo reator é direcionado a zona inferior do filtro. As bactérias formadoras do biofirme irão consumir o restante da carga orgânica e aumentar assim, a eficiência do sistema.

O uso de plantas na Estação se justifica pela intensa absorção de nutrientes, nitrogênio e fósforo. As plantas são distribuídas sobre um meio suporte feito em camadas de brita e areia dentro de um tanque. Em seguida, o efluente oriundo do filtro anaeróbico é distribuído em dois tanques em fibra de vidro.  Findando é utilizado o clorador, para a desinfecção do efluente final, através da utilização de pastilhas de cloro, após isso o líquido é depositado em uma vala de infiltração.

Segue abaixo as fotos da Visitação.





Compartilhar: FACEBOOK | TWITTER